Casos graves de gripe suína no Brasil caem 97% em dois meses

BRASÍLIA - O número de casos graves de gripe suína no Brasil caiu 97,3% em dois meses, passando de 2.828 em 8 de agosto para 78 em 10 outubro, de acordo com boletim divulgado nesta segunda-feira pelo Ministério da Saúde.

Agência Brasil |

De abril a outubro, o país registrou 17.219 casos de "gripe suína", com 1.368 mortes confirmadas. A taxa de mortalidade da doença no Brasil é 0,7 por 100 mil habitantes.

No último boletim, de setembro, o Brasil registrava 899 mortes. No entanto, de acordo com o ministério, o acréscimo não se refere a casos novos de pessoas que morreram no período analisado, mas aos casos que tiveram confirmação laboratorial entre os dias 12 de setembro e 10 de outubro.

De acordo com o ministério, a comparação com outros países ficou prejudicada porque a atualização dos dados internacionais não se dá de maneira uniforme. Os Estados Unidos, por exemplo, país que registra o maior número de óbitos, mudou recentemente o critério de classificação de mortes, zerou as estatísticas e passou a contabilizar não só as mortes causadas pelo vírus A (H1N1), mas por qualquer tipo de gripe.

Nos últimos dias, houve aumento das taxas de transmissão de doenças respiratórias na América do Norte, Europa Ocidental e Norte da Ásia por causa da proximidade do inverno nas regiões temperadas do Hemisfério Norte.

Leia mais sobre gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suínasaúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG