Casos de dengue na BA estão diminuindo, diz secretaria

Os casos notificados de dengue no Estado da Bahia este ano estão diminuindo, mostra o relatório de notificações semanais da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Segundo o órgão, as notificações da doença sugerem tendência de decréscimo dos casos suspeitos até o dia 27 de junho, com redução progressiva a partir do início do mês de abril, após registrar, em pouco mais de cinco meses neste ano, o mais alto índice de notificações por dengue clássica desde 1995.

Agência Estado |

Entre o início do ano e 6 de junho foram registrados 91.493 casos, número 199% maior que o verificado no mesmo período de 2008 (30.552) e 5% maior do que os registros de todo o ano de 2002 (87.237), até então o que mais havia registrado casos no Estado. A primeira semana de junho foi a que teve menos infecções novas: 995. Pela primeira vez no ano houve menos de mil novos casos de dengue por semana.

As notificações registradas no último período acumulam 93.191 casos, com incremento de 320 registros na última semana, correspondendo a um aumento de 189% em relação ao mesmo período de 2008 (32.162), segundo a Sesab. Até o momento, 391 (94%) municípios baianos notificaram a doença por meio dos sistemas de informação da vigilância epidemiológica. Os municípios de Itabuna, Jequié, Feira de Santana, Salvador, Ilhéus e Porto Seguro concentram 42,2% das notificações do Estado.

Quanto às formas graves da doença - dengue com complicações, febre hemorrágica da dengue e síndrome do choque da dengue - foram registrados 1.822 casos suspeitos em 166 municípios. Destes, foram confirmados 841 casos graves, em 110 municípios. Entre os casos graves, 56 mortes foram confirmadas, das quais 29 (52%) de menores de 15 anos. Foram descartados seis óbitos, entre os quais um que teve diagnóstico final de meningite pneumocócica e três que foram confirmados para leptospirose.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG