Segundo levantamento da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo divulgado esta semana, o número de internações de crianças desidratadas aumenta 15,1% durante o verão. Entre os meses de janeiro e abril de 2009, o Estado registrou 1.

438 atendimentos de crianças até 14 anos por falta de líquido. Já entre maio e agosto, período de outono-inverno, o número caiu para 1.249.

"É importante que os pais estejam sempre atentos para a ingestão de líquidos. As crianças precisam ser incentivadas", explica o pediatra Sérgio Sarrubo, do Hospital Infantil Darcy Vargas.

Os principais sintomas da desidratação são: sede, náusea, boca seca, fraqueza, cansaço e, em casos mais graves, cãibras, calafrios e vômitos.

Para evitar esse mal, é preciso ingerir líquidos constantemente, optar por roupas leves e dar preferência pela sombra nos dias mais quentes. Caso seja percebido algum sintoma de desidratação, o soro caseiro pode ser uma alternativa.

Receita de soro caseiro

Acrescente um litro de água mineral a uma colher de café de sal e uma colher de sopa de açúcar. Misture bem e dê à criança em pequenas colheradas.

O soro caseiro é usado para combater a desidratação em casos de intoxicação alimentar, insolação ou diarreia ou vômitos.

As informações são da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.