Caso Noemi: Berlusconi afirma ser alvo de Rupert Murdoch

Silvio Berlusconi afirmou nesta quarta-feira que é alvo do magnata da comunicação Rupert Murdoch e da imprensa estrangeira, ao se referir ao caso Noemi, no qual se encontra cada vez mais atolado após os rumores de seu relacionamento com a jovem, o que ele nega formalmente.

AFP |

O chefe do governo italiano considerou durante um programa da rede de TV pública Rai Uno que os "jornais estrangeiros que (o) criticam são inspirados por certos jornais italianos ou pertencem a alguém que se opõe ao grupo de televisão Mediaset", de propriedade de Berlusconi.

Perguntado pelo apresentador sobre se falava de Rupert Murdoch, cujo grupo é integrado pelo jornal britânico Times, que criticou em diversas oportunidades "il Cavaliere" neste caso, Berlusconi respondeu: "isso aí".

Rupert Murdoch, cujo grupo News Corp. possui principalmente os jornais americanos Wall Street Journal, New York Post e o britânico Sun, é proprietário na Itália da rede via satélite Sky, concorrente do grupo Mediaset, que controla três canais italianos.

"Esses artigos são lidos por 1% (das pessoas) no exterior, enquanto que o prestígio da Itália e do presidente do Conselho italiano lá é muito elevado", acrescentou M. Berlusconi.

A esquerda e a imprensa de oposição realizam uma campanha para que Berlusconi explique a natureza de suas relações com a jovem de 18 anos Noemi Letizia.

A imprensa estrangeira, em particular inglesa, atacou o líder italiano neste caso que veio à tona há cerca de um mês, após a participação do chefe do governo no aniversário da bela loura.

ema/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG