Caso Isabella: testemunhas choram em reconstituição

Nenhuma das testemunhas que participaram ontem da reconstituição da morte da menina Isabella Nardoni resistiu à emoção. Todas elas - homens e mulheres - choraram ao reviver detalhes do crime no Edifício London, na zona norte de São Paulo.

Agência Estado |

"A imagem de Isabella caída no jardim já estava começando a apagar da minha cabeça. Hoje (ontem), a cena voltou a ficar forte em minha mente. Espero que o esforço meu e da minha mulher de prestar depoimento e participar da reconstituição não seja em vão", disse um dos participantes, que pediu para não ser identificado.

A emoção também tomou conta de alguns vizinhos nos momentos em que um perito deixou cair a boneca que representava Isabella. A gente imagina e já fica chocado. Mas ver ao vivo é forte demais, desabafou o comerciante Maurício Marquesini, de 29 anos, pai de três filhos.

Participaram da reconstituição cinco testemunhas, além dos delegados Calixto Calil Filho e Renata Helena Pontes, do 9º Distrito Policial, a delegada seccional Elisabeth Sato, o promotor de Justiça que acompanha o caso, Francisco Cembranelli, e dez peritos, entre desenhistas e fotógrafos do Instituto de Criminalística. Todas as cenas foram filmadas e fotografadas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

    Leia tudo sobre: isabella

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG