Caso Isabella: policiamento em delegacia é reforçado

A pouco menos de uma hora do início do depoimento de Alexandre Nardoni e de Ana Carolina Jatobá, pai e madrasta da menina Isabella Nardoni, chegaram ao 9º Distrito Policial (DP) mais quatro carros do Grupo de Operações Especiais (GOE). Com isso, eram 9 veículos e mais de 25 policiais no esquema de segurança montado para a chegada do casal, que vai depor pela segunda vez.

Agência Estado |

Havia mais de 50 jornalistas e 30 populares acompanhando a movimentação em frente à delegacia, no bairro Carandiru, na Zona norte de São Paulo. As redes de televisão alugaram varandas e espaços em três casas vizinhas à delegacia, com ângulos especiais para acompanhar a chegada de Alexandre e Anna Carolina.

Os depoimentos de Alexandre e Anna Carolina Jatobá, previstos para as 10h30, serão separados. O casal vai ser confrontado com informações colhidas pela polícia em depoimentos e provenientes dos laudos do Instituto de Criminalística e Instituto Médico-Legal. Isabella, de 5 anos, morreu em 29 de março, após ser agredida e jogada pela janela do apartamento de seu pai, no edifício London, na Vila Isolina Mazzei, na zona norte de São Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG