Caso Isabella: polícia deve mostrar gravação ao casal

Contratada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), a GW, uma das maiores produtoras de televisão do País e que trabalha para o governo estadual há mais de dez anos, gravou o trabalho da perícia policial no apartamento de Alexandre Nardoni e em outras dependências do Edifício London após a morte da menina Isabella. Parte desse material deverá ser apresentado hoje pela polícia durante os depoimentos de Alexandre e de Anna Carolina Trotta Jatobá no 9º DP (Carandiru), zona norte da capital paulista.

Agência Estado |

Após a decretação de sigilo das investigações pelo delegado Calixto Calil Filho, as fitas com todo o material foi entregue à SSP, segundo sócios da GW. De acordo com fontes policiais, o resultado do trabalho científico de perícia será utilizado durante os depoimentos do casal, não como forma de fazê-lo entrar em contradição, mas para tentar esclarecer o assassinato.

Na tarde de ontem, circulou informação de que a GW ajudou a preparar uma animação que reunia as provas periciais para ser apresentada nos depoimentos. A produtora negou que tenha feito o trabalho. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG