Caso Isabella: família Nardoni contratou três seguranças

O advogado Ricardo Martins, um dos três que atuam na defesa de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, suspeitos de envolvimento na morte da menina Isabella Nardoni, de 5 anos, disse hoje que é desesperador ter de contratar seguranças para garantir a integridade do casal e que os cartazes colocados em frente à casa dos Nardoni, no Tucuruvi, zona norte de São Paulo, são humilhantes. Apenas uma palavra a todos que estão julgando essa família antecipadamente: não julguem para não serem julgados.

Agência Estado |

Tenham bom senso", afirmou aos jornalistas, ao chegar à residência por volta das 9 horas. Na frente da residência, foram colocados 14 cartazes pedindo justiça e homenageando Isabella, que completaria 6 anos hoje.

Martins disse ainda que é "desesperador ter de contratar pessoas" para ficar dentro da casa, referindo-se aos três seguranças contratados pela família e que estão desde a madrugada na garagem da residência dos Nardoni. "Peço neste momento que respeitem a família e que respeitem o trabalho dos advogados", reiterou.

O pai de Alexandre, Antonio Nardoni, saiu de sua casa às 6h45 e foi a Guarulhos buscar o casal, que estava na casa dos pais de Anna Jatobá. Antonio voltou para a residência às 7h30 com o casal, que estava de mãos dadas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG