Caso Isabella: dez policiais já fazem segurança de prédio

Dez policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) já estão fazendo a segurança no Residencial London, na zona norte de São Paulo, onde no domingo ocorrerá a reconstituição da morte de Isabella Nardoni. A menina, de 5 anos, foi agredida e jogada pela janela do apartamento de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da criança, no 6º andar do edifício, no dia 29 de março.

Agência Estado |

Até domingo equipes do GOE se revezarão, durante 24 horas, na vigilância do prédio. O objetivo é evitar tumultos como os que aconteceram no 9º Distrito Policial (DP), quando depuseram integrantes da família Nardoni. O supervisor do GOE, Luiz Antônio Pinheiro, passou a tarde no edifício. A rua do prédio será interditada às 23 horas de amanhã. A reconstituição do crime deve começar às 10h de domingo. No fim da tarde de hoje policiais do GOE começaram a demarcar a área destinada à imprensa em frente ao prédio.

    Leia tudo sobre: isabella

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG