Esquartejamento de garota inglesa é destaque em jornais britânicos http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/08/01/bombeiros_de_goias_retomam_buscas_por_corpo_de_inglesa_esquartejada_1486964.html target=_topBombeiros retomam buscas por corpo de inglesa esquartejada http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/31/policia_de_goias_prende_homem_acusado_de_matar_e_esquartejar_namorada_inglesa_1484806.htmlEle não tem semelhança com o ser humano, diz major sobre suspeito " / Esquartejamento de garota inglesa é destaque em jornais britânicos http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/08/01/bombeiros_de_goias_retomam_buscas_por_corpo_de_inglesa_esquartejada_1486964.html target=_topBombeiros retomam buscas por corpo de inglesa esquartejada http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/31/policia_de_goias_prende_homem_acusado_de_matar_e_esquartejar_namorada_inglesa_1484806.htmlEle não tem semelhança com o ser humano, diz major sobre suspeito " /

Caso da morte de inglesa está solucionado, diz delegado

SÃO PAULO - A Polícia Civil de Goiás anunciou nesta sexta-feira ter encontrado provas consistentes indicando que a inglesa Cara Marie Burke, de 17 anos, foi morta domingo no apartamento do namorado, Mohammed DAli Carvalho dos Santos, de 20 anos, no Setor Leste Universitário de Goiânia. O caso está solucionado, disse o delegado Carlos Raimundo Lucas Batista, um dos três delegados responsáveis pelas investigações. Temos a vítima, o autor, as provas, testemunhas e a confissão do autor, resumiu o policial da Delegacia de Homicídios. http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/2008/08/01/esquartejamento_de_garota_em_goiania_e_destaque_em_jornais_britanicos_1486760.htmlEsquartejamento de garota inglesa é destaque em jornais britânicos http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/08/01/bombeiros_de_goias_retomam_buscas_por_corpo_de_inglesa_esquartejada_1486964.html target=_topBombeiros retomam buscas por corpo de inglesa esquartejada http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/31/policia_de_goias_prende_homem_acusado_de_matar_e_esquartejar_namorada_inglesa_1484806.htmlEle não tem semelhança com o ser humano, diz major sobre suspeito

Redação com Agência Estado |

Futura Press
Se condenado, Santos poderá ficar preso por 36 anos. Pelo homicídio (entre 12 e 30 anos), ocultação de cadáver (de 2 a 3 anos) e retaliação do corpo (1 a 3 anos). Cara foi morta e esquartejada com uma faca inoxidável de 22 centímetros de lâmina.

No local onde Cara vivia com o namorado, a polícia colheu nesta sexta novos indícios do crime, como resíduo de sangue na sala, cozinha e banheiro do apartamento 1302, de dois quartos, alugado há cinco meses no Residencial Marconi.

Além dos rastros de sangue, foram apreendidas duas fronhas estampadas, com as mesmas cores e formas dos desenhos do lençol onde parte do corpo da inglesa foi enrolado e depois posto numa mala de viagem. No colchão do quarto e no rodapé, também foram colhidos sinais de sangue.

Segundo o Instituto Médico Legal (IML), Cara foi morta com uma facada fatal sobre o ventrículo esquerdo. O Corpo de Bombeiros e a policia não localizaram ainda partes do corpo de Cara.

Nesta sexta, durante diligências na região da Estrada de Ferro, a polícia levou Santos para indicar o local onde teria lançado os sacos plásticos.

Exame

Um exame de DNA, a ser feito pela Policia Técnica de Brasília, poderá ser o desfecho para o caso de Cara. Por meio da Embaixada da Grã-Bretanha, a Polícia Internacional (Interpol) enviou de Londres cópia de um perfil genético dela, da época em que foi detida pela Scotland Yard em ato infracional.

Mas o diretor do IML Ademar Cândido de Souza revelou que somente o original, e não uma cópia, permitirá comparar a amostra com o material que colheu durante a autopsia. A polícia tem o nome e a placa do carro usado para transportar o corpo esquartejado da garota inglesa, de acordo com o delegado.

Buscas pelo corpo

Mais cedo, Mohammed levou policiais e bombeiros ao local onde supostamente teria jogado partes do corpo de Cara. As buscas estão concentradas em um pequeno rio do município de Bonfinópolis, interior de Goiás. De acordo com o tenente Fernando Resende, as buscas desta sexta já foram encerradas.  

Segundo a polícia, ele afirma ter tido a ajuda de um amigo para esconder o corpo. O delegado-adjunto da delegacia de homocídios de Goiás, Kleyton Alencar, disse que a polícia fez avanços no sentido de identificar este rapaz que teria ajudado a transportar o corpo de Cara.

Renato Conde / Diário da Manhã / AE
Bombeiros realizam buscas em local indicado por Mohamed

"Pelo que apuramos, esse homem, conhecido como Jorginho, era amigo de Mohammed e tinha conhecimento do que transportava, o que o coloca como co-autor do assassinato", disse. "Estamos trabalhando para capturá-lo e já conseguimos informações que vão nos ajudar", completou.

Grau de relacionamento

A polícia investiga também o grau de intimidade entre Mohamed e Cara. Oficialmente eles seriam apenas amigos, mas essa versão também está sendo investigada. "Eles moraram juntos três meses, se viam com freqüência, é possível que tenham sido mais que amigos", disse Kleyton.

Leia mais sobre: assassinatos

    Leia tudo sobre: assassinatos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG