Casal Nardoni se nega a ceder amostras de sangue a peritos

Os peritos do Instituto Médico Legal (IML) coletaram, na manhã desta sexta-feira, as amostras de mucosa bucal e fios de cabelo de Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá, nos presídios de Tremembé, a 140 quilômetros de São Paulo. O casal se recusou a aceitar a retirada de material sanguíneo.

Agência Estado |


A defesa do casal, que é acusado de matar a menina Isabella Nardoni, em março de 2008, pediu o exame de DNA para confrontar com as amostras do sangue colhidas no apartamento no dia do crime.

Devido à recusa do casal em coletar sangue, o juiz Maurício Fossen, da 2ª Vara do Júri do Fórum de Santana, determinou que "outras duas amostras de origem diversas de materiais genéticos dos réus" fossem colhidas.

A perícia nas amostras será feita pelo Instituto de Criminalística (IC). Fossen determinou que a coleta fosse feita por peritos do Instituto de Criminalística e do Instituto Médico Legal, e não por especialistas apontados pela defesa dos réus.

Nardonis se negam a dar amostras de sangue

Leia mais sobre: Isabella Nardoni

    Leia tudo sobre: crimeisabellaisabella nardoni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG