Casal estava em casa quando Isabella caiu, diz promotor

O promotor Francisco Cembranelli afirmou que o casal Nardoni estava no apartamento quando a menina Isabella foi atirada pela janela do sexto andar do Edifício London, no dia 29 de março de 2008. Eles (Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá) estavam no apartamento quando Isabella foi jogada, disse Cembranelli, na primeira parte do debate entre defesa e acusação, ao comparar as ligações telefônicas entre vizinhos e polícia no dia do crime.

Agência Estado |

Com base em uma reprodução cronológica das ligações, o promotor cravou: "Contra fato não há argumento." Este é o quinto dia do julgamento do casal, que está sendo realizado no Fórum de Santana, zona norte de São Paulo. A decisão condenando ou absolvendo os réus deve sair hoje ou na madrugada de sábado.

Ontem, no quarto dia de julgamento, a defesa do casal Nardoni adotou um discurso menos confiante ao fazer um prognóstico do resultado. "Eu entrei aqui dizendo que era uma causa praticamente perdida. Eu entrei aqui dizendo que os jurados vieram para condená-los", disse o advogado de defesa, Roberto Podval. "Eu não tenho falsas expectativas."

Reforço

O número de policiais militares que fazem a segurança em frente ao fórum deve aumentar no período da tarde. Segundo a Polícia Militar (PM), 34 policiais estão no local e outros policiais farão parte do efetivo para garantir a segurança dos presentes a partir das 16 horas, se estendendo até a noite. O número de agentes ainda não foi divulgado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG