Casal é preso acusado de agredir menina de 8 anos no ES

A mãe e o padrasto de uma menina de nove anos foram presos no Espírito Santo sob as acusações dos crimes de cárcere privado e lesão corporal contra a garota. Ela pesava apenas onze quilos e teria feridas espalhadas pelo corpo, além de marcas de queimaduras nas mãos e nas pernas.

Agência Estado |

Os dois negam as acusações.

Segundo reportagem do jornal "A Gazeta", laudo preliminar do Departamento Médico Legal (DML) indica que a menina sofreu tortura. A casa onde a criança morava foi arrombada e ela foi resgatada na última sexta-feira, apresentando sinais de desnutrição. Na ocasião, moradores tentaram linchar os acusados e foram impedidos pela polícia.

Vizinhos afirmaram que a garota era constantemente agredida e passava fome. De acordo com depoimentos prestados na Delegacia de Jacaraípe, na cidade de Serra, testemunhas afirmaram que a menina já teve a cabeça enfiada no vaso sanitário. Surras com fios da rede elétrica seriam comuns. Um dos vizinhos relatou que a garota, que passava fome de dia, tinha o costume de pegar comida escondida à noite, quando todos na casa dormiam. Quando era flagrada, iniciava-se mais uma sessão de surras.

O pai da criança teria morrido de dengue. Ela agora está sob custódia do Conselho Tutelar da Serra.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG