A Secretaria de Administração Penitenciária transferiu para unidades de Tremembé, no Vale do Paraíba, na madrugada de sábado, o casal João Alexandre Rodrigues, de 39 anos, e Eliane Aparecida Antunes Rodrigues, de 36 anos, acusados de matar os irmãos J.V e G.

, respectivamente de 13 e 12 anos.

O pai das crianças chegou por volta das 3 horas à penitenciária Dr. José César Salgado, a mesma onde está Alexandre Nardoni, acusado de matar a filha Isabella, de cinco anos, na capital paulista. Já a madrasta Eliane chegou por volta das 4 horas na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, onde também estão Anna Jatobá, madrasta de Isabella e suspeita pelo crime, e Suzane von Richthofen, condenada por matar os pais, Marísia e Manfred von Richthofen.

Os dois estavam presos na delegacia de Ribeirão Pires e a transferência ocorreu discretamente para evitar tumulto popular e agressões por parte de outros presos contra o casal, que está em prisão preventiva por 30 dias. As duas unidades de Tremembé ficam distantes cerca de seis quilômetros. A morte dos meninos ocorreu no último dia 5, em Ribeirão Pires. Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a madrasta confessou ter ajudado o pai, que também confessou o crime, alegando que os filhos provocavam muita briga com o casal.

Os meninos tinham uma relação difícil com a família e haviam sido levados pelo Conselho Tutelar ao pai depois de serem encontrados abandonados na rua pela Polícia Civil. Eliane diz que seu marido asfixiou os meninos com sacos plásticos e que ela o ajudou a queimá-los e esquartejá-los com uma foice. Os restos dos garotos foram achados por lixeiros na frente da casa onde moravam.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.