Casacos ganham releitura em várias coleções da SPFW

Em Short Skirt/Long Jacket, da banda californiana Cake, já se dizia: Eu quero uma garota com saia curta e casaco comprido. Foi este hit dos anos 90 que fechou o desfile da Maria Garcia, mas que poderia ser a trilha do inverno 2010 da São Paulo Fashion Week.

Agência Estado |

A peça-chave de qualquer guarda-roupa mantém seu tom clássico e ganha releituras criativas em várias coleções. A base de tudo é o velho blazer, que perde as mangas, como na coleção de Alexandre Herchcovitch, e vira um colete, ou ganha comprimento e se transforma em um luxuoso vestido-casaco, um dos hits deste inverno.

"O casaco sempre foi importante, mas ganhou versões modernas, criativas e que podem levantar e atualizar qualquer look, até aquele mais básico como o jeans", diz a estilista Flávia Pomemianosky, responsável pelo desfile da Cori, apresentado ontem à noite. "A grife sempre investiu na alfaiataria, mas, nesta temporada, os casacos ganham volumes. Eles afunilam na barra e vão até a altura dos joelhos." Finalmente, a roupa de inverno chegou à passarela.

Roupas quentes, elegantes e femininas foram a aposta de Alexandre Herchcovitch, no melhor desfile do dia, inspirado no Leste Europeu, mais especificamente no folclore da Geórgia. Com uma alfaiataria impecável, o inventivo estilista apresentou casacos formais, com tecidos nobres, e repletos de detalhes, como pedrarias, rendas e até pele sintética.

Maria Bonita abriu o dia apostando no linho, no tule e na lã pesada em casacos delicados. A grife se inspirou na obra da arquiteta Lina Bo Bardi para criar modelos cheios de geometrismo e leveza. Traduzindo o espírito da mulher moderna, a estilista Danielle Jensen transportou o trabalho da arquiteta ítalo-brasileira - principalmente o Sesc Pompeia, na zona oeste, onde a coleção foi apresentada - para paletós de concreto armado, treliças de lã e tules tecnológicos. Tudo aparente, como as janelas, fios e tubulações do Sesc.

"Uma das novidades da temporada são os ombros dos casacos, que estão maiores", avisa o editor de moda Paulo Martinez. A ideia ganhou proporções exageradas em desfiles como o de Reinaldo Lourenço, que ontem mostrou, na Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), uma coleção de inspiração militar. Os casacos tipo jaquetinhas ganharam ombreiras grandes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: spfw

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG