CAMPO GRANDE - Um grupo de assaltantes fortemente armados invadiu nesta terça-feira a casa do prefeito de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Nelson Trad Filho (PMDB).

Trad foi surpreendido quando fazia barba com um chute nas costas, foi jogado ao chão, amarrado e um dos bandidos ameaçou agredi-lo com uma faca.

"Foram 10 minutos de puro terror", disse o prefeito. A invasão ocorreu minutos depois de Trad ter chegado em sua casa. Segundo o motorista Milton Pupi, "assim que o prefeito desceu do carro e entrou em casa, o bando chegou de repente. Fui jogado ao chão e amarrado juntamente com o vigia".

Na rápida ação, os ladrões levaram "algumas joias de pouco valor", disse o prefeito, depois de explicar que a mulher, Antonieta Trad, e os filhos não estavam no local. Ele não parecia assustado e, menos de uma hora depois do assalto, embarcou para São Paulo, onde participa nesta quarta de encontro sobre trânsito urbano.

A Polícia Civil está colhendo informações sobre o caso. Uma das primeiras providências foi a produção do retrato falado dos ladrões. Segundo o prefeito e as outras duas vítimas, o bando era composto por cinco homens sem máscaras, portando pistolas automáticas.

Leia mais sobre: assalto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.