NBC por entrevista com Bush - Brasil - iG" /

Casa Branca protesta na NBC por entrevista com Bush

Washington, 19 mai (EFE) - A Casa Branca enviou um protesto sem precedentes à emissora NBC pelo que considerou uma edição manipuladora de uma entrevista com o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, sobre seus comentários contra o diálogo com países inimigos, exibida hoje.

EFE |

Em discurso perante o Parlamento israelense, Bush comparou na quinta-feira passada os defensores do diálogo com países inimigos com "a falsa comodidade da conciliação" daqueles que tentavam apaziguar Hitler antes da Segunda Guerra Mundial.

O aspirante democrata à Presidência americana Barack Obama, que afirma que, se for eleito presidente, está disposto a falar com os líderes de Cuba e Irã, se sentiu afetado pelos comentários de Bush e respondeu com uma dura crítica à política externa da Casa Branca.

Na entrevista exibida hoje pela "NBC" no programa "Today", gravado neste fim de semana, o jornalista Richard Engel perguntou a Bush se efetivamente seus comentários eram destinados a Obama.

O presidente afirmou que a interpretação dada a suas palavras "não foi exatamente a correta".

"Minha política não mudou, mas evidentemente o calendário político sim. As pessoas têm que ler meu discurso" para saber o que dizia, explicou o chefe de Estado.

"Vocês também não fizeram exatamente a interpretação correta. O que disse é que temos que levar a sério o que as pessoas dizem, e quando um líder iraniano diz que quer destruir Israel, é preciso levá-lo a sério", afirmou.

No "Today", a resposta de Bush, exibida antes no dominical "Nightly News", era: "Minha política não mudou, mas evidentemente o calendário político sim. E quando um líder iraniano diz que quer destruir Israel, é preciso levá-lo a sério".

O conselheiro político de Bush, Ed Gillespie, indica na carta ao presidente da "NBC", Steve Capus, que "esta edição manipuladora para levar além uma notícia fabricada pela imprensa é totalmente enganosa e irresponsável".

A carta, que inclui também queixas sobre o tratamento da emissora à Guerra do Iraque, foi reenviada por e-mail a todos os jornalistas que recebem comunicados da Casa Branca.

Por sua parte, a cadeia ressaltou seu apoio ao modo como foi exibida a entrevista e especificou que a íntegra está disponível em sua página de internet para quem quiser ver.

Perante a resposta da cadeia, Gillespie replicou com um insólito comunicado de imprensa: "Embora agradeçamos que o público possa visitar a página de internet para ver como a 'NBC' editou a entrevista para alterar totalmente a natureza da resposta do presidente, sabemos que a maioria não vai fazê-lo".

"É simplesmente absurdo que as pessoas tenham que se conectar à 'NBC' e baixar um vídeo para receber informação verdadeira da 'NBC News'", insistiu o alto funcionário.

    Leia tudo sobre: george w bushnbctelevisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG