SÃO PAULO - Os corpos do cartunista Glauco, de 53 anos, e de seu filho Raoni, de 25 anos, devem ser liberados ainda nesta manhã do Instituto Médico Legal (IML) de Osasco (SP). Por volta da meia-noite, a casa do cartunista teria sido invadida por bandidos. Glauco foi atingido por tiros.

Raoni, também baleado, morreu a caminho do hospital.

Nascido no Paraná, Glauco publicava suas tiras no jornal "Folha de S.Paulo".

(Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.