Um carroceiro de 32 anos abandonou, no início da madrugada de hoje, sua filha de 45 dias em um bar na Lapa, zona oeste de São Paulo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele deixou a criança com uma auxiliar de enfermagem, de 30 anos, e fugiu dizendo que estava com fome.

A auxiliar acionou a polícia, que deteve o pai. A mãe da criança, uma carroceira de 38 anos, também foi localizada.

À polícia, o casal contou que havia discutido, após consumir bebidas alcoólicas, porque o carroceiro questionou se a menina era realmente sua filha. A carroceira decidiu, então, expulsá-lo de casa e o obrigou a levar o bebê, que foi abandonado pouco depois no bar. A menina, que não tem registro de nascimento, foi levada ao Pronto-Socorro da Lapa e apresenta boa saúde. O bebê foi encaminhado ao Conselho Tutelar. Os carroceiros assinaram um termo circunstanciado de maus-tratos e foram liberados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.