Motorista de 18 anos não tinha habilitação para dirigir. Outras quatro pessoas ficaram feridas

Local onde sete pessoas foram atropeladas por Jeferson Dionísio dos Santos, de 18 anos
AE
Local onde sete pessoas foram atropeladas por Jeferson Dionísio dos Santos, de 18 anos
Uma mulher de 27 anos e um bebê de 10 meses morreram na noite deste sábado após serem atingidos por um carro desgovernado em Colombo, perto de Curitiba, capital do Paraná. O veículo era dirigido por Jeferson Dionísio dos Santos, de 18 anos, que não tem carteira de habilitação.

Segundo a Polícia Militar do Paraná, o rapaz atingiu com o veículo a casa onde as vítimas estavam, derrubou um muro e feriu seis pessoas. A jovem e o bebê foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos.

O motorista, que se feriu sem gravidade, foi detido em flagrante pelos policiais após o acidente. Ele admitiu, em entrevista à rádio Banda B, que ingeriu bebidas alcoólicas. Ao perder o controle em uma curva, ele acabou atropelando as pessoas que conversavam em frente a uma casa e ainda bateu contra o muro. 

Durante a entrevista, o motorista disse que, mesmo sem habilitação, comprou o carro, que estava registrado no nome da sua mãe. "É a primeira vez que pego o carro", afirmou. "Nunca tinha guiado um veículo na vida", acrescentou. O rapaz reconheceu o erro. "Tenho que pagar (pelo acidente), afirmou.

O caso foi registrado na delegacia civil do município.

* Com informações da Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.