O carnaval carioca ainda não terminou. Até domingo, há rodas de samba, pagodes e blocos espalhados pela cidade.

No sábado, desfilam no Sambódromo as seis escolas campeãs. Ontem, havia poucos ingressos para a apresentação, que começa às 21 horas, com a Mangueira. Há muita diversão na cidade além Sapucaí. Hoje à noite, o bloco Songoro Cosongo faz show no Clube dos Democráticos, famosa gafieira da Lapa. O ingresso custa R$ 20 para os 200 primeiros pagantes e R$ 32 para os demais.

E o Sofitel abre seus salões para mais uma edição do Bal Masqué, desta vez com show das meninas do Moulin Rouge. Sai R$ 480 por pessoa. A Roda Rio 2016, roda-gigante instalada no Forte de Copacabana, encerra as atividades com bailes de carnaval. Hoje à noite, a festa fica por conta do bloco Sapucapeto, organizado pela estilista Isabela Capeto e pelo sambista Leandro Sapucahy, e o tradicional Pagode da Tia Doca. No sábado, tem feijoada a partir das 14h30 com o grupo Choro na Feira.

À noite, tem Batuque na Cozinha e DJ Marlboro. E, na noite de domingo, aniversário da cidade, o bloco Suvaco de Cristo fecha a temporada da roda. Ingressos entre R$ 10 e R$ 45. E quem está atrás do democrático (e gratuito) carnaval de rua, ainda tem boas opções. No sábado, o Mulheres de Chico - formado apenas por mulheres e que tem músicas de Chico Buarque como repertório - se reúne na Praça Antero Quental, no Leblon, a partir das 16 horas.

No mesmo horário, o Bafafá toca nas areias do posto 9, em Ipanema, com Cordão da Bola Preta. No domingo, o Monobloco transforma o centro financeiro do Rio num grande baile. Os 150 componentes da bateria se reúnem às 9 horas na Praça Mauá e desfilam pela Avenida Rio Branco, tocando samba e até rock. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.