No ano em que completa 35 carnavais, a X-9 Paulistana decidiu homenagear suas origens e levará ao sambódromo de São Paulo a herança que os portugueses deixaram para o Brasil. Com um toque de saudosismo, a escola preparou um desfile que resgata o velho carnaval, nas palavras do carnavalesco Rodrigo Cadete, que projetou carros alegóricos menores, mas com requinte de detalhes.

Embalados pela voz do intérprete Daniel Collete, a X-9 vem para repetir os desempenhos de 1997 e 2000 e levar o terceiro caneco para a comunidade da Parada Inglesa, na zona norte da cidade.

O enredo do samba "Do Além-mar, a Herança Lusitana Nos Une... Ora, pois! A X-9 é Portuguesa com Certeza" começa com o encontro da cultura portuguesa e a indígena na época do descobrimento. A história depois passa pelo legado da língua, a miscelânea cultural a partir da chegada ao País - que na época ainda era uma colônia - da corte de D. João VI e a herança da religião europeia.

Tudo a base de fantasias leves, com o objetivo de que, segundo o carnavalesco, os passistas das 25 alas se sintam mais livres para facilitar a evolução no desfile. "A fantasia não é só luxo, é para brincar, dançar e cantar melhor", conta. Cadete diz que a ideia é que o público também olhe a fantasia e imediatamente reconheça o que cada roupa representa no enredo.

Cadete explica que o que ele preparou para este ano está no contrafluxo das outras agremiações e aposta em carros razoavelmente pequenos e bem acabados. "Enquanto as outras escolas estão investindo em alegorias gigantescas, a X-9 tenta resgatar o velho carnaval, com carros menores, mas tomando cuidado na escolha de cores e da iluminação." A surpresa ficará por conta do quarto carro, que remete à religiosidade. "Será um momento de muita emoção na avenida", diz.

O carnavalesco afirma ter convicção de que, quando a X-9 pisar no sambódromo no sábado, por volta das 2 horas (será a quarta a desfilar), os 3.500 componentes da escola fundada por imigrantes portugueses vão esquecer os resultados decepcionantes dos últimos carnavais e buscar o tricampeonato. "Aproveitando a comemoração dos 35 anos da X-9 e contando com a empolgação da comunidade, vamos ser campeões com certeza."

Segue a letra do samba-enredo da X-9:

Veio d'além-mar...
E ancorou em nossa terra
Paraíso de belezas naturais
Jardim das Delícias de tantas riquezas
E o índio ele encontrou
E difundiu novas culturas
A miscigenação então surgiu
Salve a Pátria mãe gentil
Poetas, escritores, trovadores eternizaram
Um lindo idioma que jamais se viu
A língua máter do nosso Brasil
Vem pra cá cantar, sambar
Vem no balancê da nossa musicalidade
No futebol, a mesma paixão
Num só coração
A fé, a devoção em procissão... Ave-Maria
A religião traz emoção... nas romarias
Vem dessa crença a proteção
Pra nossa escola sambar feliz
Um centenário de história
Heranças deixadas em nosso País
Hoje faço a festa com a minha bateria
Meus 35 anos de alegria!
Ora, pois, quem vem aí
É a X-9 com certeza!
Valente, guerreira, luso-brasileira
Canta a herança portuguesa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.