boca livre - Brasil - iG" /

Carnaval 2010: SPTuris paga o dobro por boca livre

O esquema boca-livre do camarote oficial da Prefeitura, no Sambódromo do Anhembi, fez a São Paulo Turismo (SPTuris), empresa municipal que organiza o carnaval paulistano, desembolsar mais que o dobro do ano passado. Foram R$ 470,3 mil pagos por três serviços de buffet para abastecer o setor VIP nas quatro noites de desfile.

Agência Estado |

Em 2009, foram R$ 206 mil.

Segundo a SPTuris, o camarote da Prefeitura recebeu, em média, 2,5 mil visitantes por dia, entre celebridades, como atores, modelos e ex-atletas, jornalistas que cobriram o evento, secretários de governo, vereadores e o prefeito Gilberto Kassab (DEM). Isso significa que o buffet custou, em média, R$ 47 por "convidado".

Segundo a SPTuris, "no ano passado, o custo em espécie foi menor porque houve permuta de alimentação", como com Hocca Bar, do Mercadão, Bauducco, Kibon e Ambev. "Os R$ 206 mil foram apenas para complementar e, mesmo assim, pagos por meio de recursos de outros patrocinadores", como Nossa Caixa e Sabesp.

De acordo com a empresa, os gastos com buffet deste ano também foram bancados por "recursos levantados junto a patrocinadores, dentre eles: Schincariol/Ingresso Fácil (R$ 500 mil), Schincariol/Devassa (R$ 50 mil e Monange (R$ 150 mil)". A SPTuris informou ainda que os gastos incluem a contratação de garçons, cozinheiros e ajudantes. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG