Carnaval 2010: Rosas de Ouro vence carnaval de SP

Com um enredo sobre o chocolate e um desfile que levantou o público na última sexta-feira, quando foi a penúltima escola de samba a desfilar no Anhembi, a Rosas de Ouro foi a grande vencedora do carnaval de São Paulo em 2010, alcançando 270 pontos na votação de cinco jurados. A Mocidade Alegre, com 269,75 pontos ficou em segundo lugar, numa disputa acirrada, só definida após a contagem dos votos para Comissão de Frente, último quesito a ter os votos revelados.

Agência Estado |

O resultado começou a ficar mais nítido após a votação do quesito Bateria, quando três escolas mostravam-se empatadas com 180 pontos, Rosa de Ouro, Mocidade e Acadêmicos do Tucuruvi. O empate prosseguiu após conhecidos os votos para Harmonia, mas a Tucuruvi perdeu pontos na votação seguinte, para Evolução, quando Rosas e Mocidade atingiram 240 pontos. O quesito seguinte, Comissão de Frente, definiu a vencedora entre as duas.

A Rosas contou a história do cacau desde povos antes de Cristo até a fábula de Willy Wonka, retratado no filme "A Fantástica Fábrica de Chocolates" (Mel Stuart, 1971). Os ritmistas, por sinal, usavam fantasias inspiradas no personagem, e a modelo e atriz Ellen Rocche, madrinha de bateria, fazia o papel de rainha da fábrica. Essência de chocolate no ar foi uma das novidades com que a escola da Freguesia do Ó, zona norte da capital paulista, contagiou o público na avenida.

Havia 15 anos que a escola não vencia o Grupo Especial das escolas de samba de São Paulo. Mas detinha quatro títulos em sua história, três a menos que a Mocidade Alegre, campeã do ano passado e que, neste carnaval, cantou a história e o simbolismo do espelho. Na contagem dos votos, as escolas de samba Leandro de Itaquera e Imperador do Ipiranga ficaram com os piores resultados e foram rebaixadas para o Grupo de Acesso.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG