Carnaval 2010: postos médicos atenderam 370 no Rio

Pelo menos 376 pessoas foram atendidas até as 4h40 da manhã desta segunda-feira (15) nos oito postos médicos montados no Sambódromo e Terreirão do Samba, no primeiro dia de desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro, segundo dados da Prefeitura. O posto que teve a maior procura foi o instalado na Praça da Apoteose, que registrou 23% dos atendimentos (87 pacientes), seguido pelos postos nos setores 7 e 11, com respectivamente, 65 e 64 casos.

Agência Estado |

Há ainda postos no setor 2, na Concentração, na Rua Salvador de Sá e no Terreirão do Samba (dois).

Ao todo, cinco pacientes precisaram de transferência para os hospitais da rede municipal. O caso mais grave ocorreu durante o desfile do Salgueiro, quando uma mulher de 54 anos, com traumatismo craniano, foi levada para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro.

As demais remoções foram de uma mulher de 59 anos com falta de ar, um homem de 55 anos com suspeita de enfarte e outro de 46 anos com suspeita de fratura no pé direito, todos também encaminhados ao Souza Aguiar. Uma mulher de 30 anos com hemorragia seguiu para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Meier.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG