Carnaval 2010: Mocidade abre 2ª noite de desfiles

A Mocidade Independente de Padre Miguel é a primeira escola do Grupo Especial a entrar na Marques de Sapucaí esta noite, no segundo dia de desfiles do carnaval do Rio de Janeiro. No desfile, a Mocidade retrata os diferentes paraísos - religiosos ou não - e tenta conquistar um título que não vem desde 1996.

Agência Estado |

A escola aborda o Éden, paraíso de Deus, o paraíso dos africanos, o paraíso fiscal, o paraíso do consumo e o paraíso do carnaval. O tom crítico é um dos pontos altos do desfile. Ao falar do paraíso do consumo, a Mocidade chama a atenção, por exemplo, para as compras desenfreadas em shopping centers. Para abordar esses temas na avenida, a escola gastou cerca de R$ 6,5 milhões.

Os cerca de 4.500 componentes estão divididos em 38 alas e 7 carros alegóricos. À frente da bateria estão a cantora Elza Soares, como madrinha, e a atriz Thatiana Pagung, como rainha.

Segue a letra do samba-enredo da Mocidade:

Eu voltei ao Éden
Paraíso de verdade
Serpente, chega pra lá
Hoje eu quero é sambar com a Mocidade
O mal que você me causou
Pra que me infernizar?
Chega de guerra e miséria
Sem trégua, nem légua
É a idade média a se transformar

Entre lendas e mistérios,
Preste João me inspirou a navegar
O bandeirante cobiçou
E o índio revelou o Eldorado de além-mar

Tudo o que eu puder sonhar
Vou realizar agora e sempre
E se tentar me taxar
Mando depositar em outro continente
Do Éden ao paraíso da loucura
Ninguém sabe quanto é o que se procura
Hoje o povo quer felicidade
No paraíso da igualdade e liberdade
Estrela faz o meu sonho mais real
Sacode a Sapucaí
É carnaval

Meu coração vai disparar, sair pela boca
Não dá pra segurar, paixão muito louca
Luz independente me leva pro céu
Sou Mocidade, sou Padre Miguel.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG