Carnaval 2010: Imperador traz gigantesco abre-alas

A escola de samba Imperador do Ipiranga começa oficialmente nesta noite os desfiles das escolas do grupo especial do carnaval de São Paulo 2010. A Imperador, vice-campeã do grupo de acesso em 2009, vem para o sambódromo com o principal objetivo de se manter no grupo especial do carnaval paulistano.

Agência Estado |

O carnavalesco Anselmo Brito aposta no luxo das alegorias e num surpreendente carro abre-alas de 96 metros de comprimento.

Com cerca de 3 mil integrantes este ano, a Imperador do Ipiranga, única representante da zona sul de São Paulo no sambódromo, traz um enredo que conta a trajetória da medicina: "Da antiguidade à tecnologia: medicina, a nobre arte de salvar vidas". O carro abre-alas representa as primeiras civilizações da Antiguidade que começaram a desenvolver a medicina. "Nossa escola está muito luxuosa", disse Brito.

Para a Imperador, no entanto, o grande obstáculo ao desfile perfeito seria a chuva, que prejudicaria o luxo das fantasias repletas de plumas. A escola já teve problemas no final de janeiro com as chuvas que assolaram a capital paulista diariamente em janeiro. No final do mês passado, depois de ver parte do seu material destruído, a escola dobrou a força de trabalho no barracão para recuperar as perdas que teve com as chuvas.

O carro abre-alas de 96 metros é uma representação inspirada no Egito antigo e representa embarcações que transportavam os mortos em sua travessia pelas águas para um outro mundo. Esses mortos eram muitos por conta de uma medicina pouco desenvolvida. A previsão de início do desfile da Imperador do Ipiranga está previsto por volta das 23 horas.

Além do gigantesco abre-alas, a Imperador vai mostrar no sambódromo uma surpresa em seu quinto e último carro alegórico, cujo tema é a medicina de mãos dadas com a tecnologia. O último carro traz uma réplica de um helicóptero que, movido em compasso com a respiração dos bonecos, subirá cerca de quatro metros e do qual descerá um passista para sambar na avenida.

A escola conta com o carnavalesco Anselmo Brito, com a madrinha da bateria Adriana Lessa, a rainha da bateria Patricia Cruz e com as musas Núbia Oliver, Dani Sperle, Solange Gomes e a polêmica Ângela Bismarchi, conhecida pelas diversas cirurgias plásticas a que já se submeteu.

Confira abaixo o samba-enredo da escola:

A roda do tempo girou e me levou
Para reviver uma história milenar
No Egito floresci e combati o mal
Um castigo provocado pelos deuses
Ganhei pai, virei ciência, as descobertas foram consequências
Nas grandes civilizações cresci
Transformações enfrentei
Sob o olhar de um juramento caminhei
Na força da fé, a luz da salvação, me condenou à escuridão
Em busca da cura eu renasci
A obra do artista iluminou
Mostrando ao mundo meu valor

Vamos doar de coração
Para o amanhã ser mais feliz
A um irmão dar vida
Num gesto de amor e união

Lutei nas guerras, venci epidemias
Eu vi o homem de mãos dadas com a tecnologia
Guiada por mentes brilhantes despontei
Sou alternativa para o bem estar
Célula-mãe é esperança de um novo alvorecer
A mão divina conduz os anjos da salvação
Sou a medicina, sublime é meu dom de curar
E no girar da coroa vou brilhar

O meu samba é arte, é paixão
Ipiranga é o berço da emoção
Sou a luz do criador
Iluminando a Imperador

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG