Depois de uma hora e três minutos de desfile, a Imperador do Ipiranga encerrou sua participação com muito choro entre seus integrantes. A escola luta neste ano para permanecer no grupo especial das escolas de samba de São Paulo, vinda do grupo de acesso em 2009.

Os integrantes, principalmente da ala dos compositores, demonstraram imensa emoção ao terminar o desfile dentro do tempo regulamentar (65 minutos), aparentemente sem incidentes.

Um dos puxadores de samba da escola, o rapper Rappin Hood demonstrou muita confiança no desempenho da escola neste ano e acredita na permanência no grupo especial. A escola, única representante da zona sul de São Paulo, tem sua origem na comunidade da favela de Heliópolis. "Fazer show é sempre emocionante. Mas estar na avenida é algo indescritível", disse o rapper.

O presidente da escola, Jamil Jorge, também emocionado, aparentava mais seriedade do que outros integrantes da agremiação. Segundo ele, a Imperador do Ipiranga teve de superar vários problemas por conta da chuvas em São Paulo em janeiro, e parte considerável das fantasias e alegorias teve de ser refeita. "Nossa esperança é de que os jurados tenham sentido nossa garra e feito uma boa avaliação", disse. Na avaliação de Jorge, o desempenho da escola agradou ao público.

A namorada do ator Alexandre Frota, Dani Sperle, um dos destaques, passou por dificuldades na avenida: sua fantasia estava machucando e chegou a fazer um corte no seu peito. No meio do desfile ela resolveu arrancar a roupa e teve de segurar o tapa-sexo da metade da avenida em diante. "Ela teve muita garra", disse Frota, que a acompanhou desde as entrevistas e caminhou ao seu lado durante todo o desfile.

A Imperador do Ipiranga foi à avenida com 2.800 componentes, divididos em 27 alas, e contou a trajetória da medicina, da "Antiguidade a Tecnologia". Vice-campeã no ano passado do grupo de acesso, o que lhe deu a oportunidade de disputar o título com a elite do carnaval paulista em 2010, ela teve como objetivos, de acordo com o presidente Jamil Jorge, "ganhar mais respeitabilidade e ser competitiva".

A escola levou um susto no fim da noite do dia 21, quando uma forte chuva atingiu São Paulo e as águas acabaram invadindo a sede da Imperador. No entanto, segundo Jamil, foi dobrada a força de trabalho no barracão e o material perdido foi substituído. A escola conta com o carnavalesco Anselmo Brito, com a madrinha da bateria Adriana Lessa, a rainha da bateria Patricia Cruz e com as musas Núbia Oliver, Dani Sperle, Solange Gomes e a polêmica Ângela Bismarchi, conhecida pelas diversas cirurgias plásticas a que já se submeteu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.