Carnaval 2010 foi mais violento nas estradas, diz Polícia Rodoviária Federal

O número de mortes e acidente nas estradas federais do país durante o carnaval foi 13% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.

Matheus Pichonelli, iG São Paulo |

Da meia-noite de sexta-feira até a meia-noite da quarta-feira de Cinzas aconteceram 3.233 acidentes e 143 mortes nos 66 mil quilômetros de estradas federais, de acordo com o balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O dia mais violento, segundo a corporação, foi sábado, quando foram registradas 37 mortes em desastres.

No ano passado, foram computados 2.865 acidentes e 127 mortes. O número de feridos, neste ano, também foi maior: 7% (1.912 contra 1.784).

Assim como no ano passado, Minas Gerais foi o Estado que teve mais mortes (26) e mais acidentes (493) durante o feriado.

As outras mortes aconteceram no Rio de Janeiro e Bahia (11 em cada), Santa Catarina e Rio Grande do Sul (10 cada), Paraná (9) e Goiás (8).

Em nota, a PRF atribuiu o aumento da violência nas estradas a fatores econômicos e o tempo estável, que, segundo a corporação, estimulam o aumento da circulação de veículos e cargas e aquecem o turismo interno.

Segundo o levantamento, só na rodovia Washington Luís, no Rio (BR-040), que liga o Rio de Janeiro a Juiz de Fora (MG), a movimentação de veículos aumentou 30%. Na BR-101, entre Rio e Santos, a quantidade de veículos foi 20% superior ao feriado do ano passado e na BR-290 (Freeway), que dá acesso a praias gaúchas, o trânsito foi 13% maior.

O crescimento da frota, com o licenciamento de 3,1 milhões de veículos, também foi apontado pela PRF como agravante: neste ano, 9.200 policiais fiscalizaram no Carnaval cerca de 59,3 milhões de veículos; no ano passado o mesmo efetivo cuidou de 54,5 milhões de automóveis.

Outra dificuldade apontada pela polícia foi a expansão da malha rodoviária sob sua circunscrição, de 62 mil para 66 mil.

Com 2.000 etilômetros (popularmente chamados de bafômetros) à disposição, os policiais fizeram neste ano 46.226 testes de embriaguês e interrompesse a viagem de 1.235 motoristas ¿ quase metade deles foi presa em flagrante e encaminhada à Polícia Civil.

As autuações, que foram 43% superiores às realizadas em 2009, não impediram, porém, acidentes envolvendo álcool e direção.

Logo no primeiro dos seis dias de operação, um motorista embriagado atropelou uma mulher grávida em um acostamento da rodovia Fernão Dias (BR-381), em São Paulo. O homem tentou fugir, mas, segundo a polícia, foi preso pelos agentes. A mulher foi encaminhada ao Hospital São Luiz Gonzaga com escoriações.

Leia mais sobre rodovias .

    Leia tudo sobre: carnavalestradas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG