No ano em que comemora dez anos de samba no pé e folia, o camarote Bar Brahma pisou no sambódromo do Anhembi neste carnaval fantasiado especialmente para ocasião. Embalado pelo compasso da avenida, o ponto de encontro de artistas e celebridades durante as comemorações do carnaval paulistano inspirou-se este ano no continente africano, com o tema África 360 graus.

Em 3 mil metros quadrados, com capacidade para receber até 3 mil pessoas, não há um espaço sequer no camarote que não esteja enfeitado com símbolos crioulos, tambores ou bandeiras das nações que integram o continente.

Responsável pelo marketing cenográfico do local, a empresa Criacittá dividiu o espaço em alas distintas, cada uma com uma decoração diferente. A praça de alimentação, por exemplo, foi transformada no Mercado Roque Santeiro, o maior mercado a céu aberto de Angola, com tendas e vasos grafados em preto-e-branco sobre as paredes. A pista de dança do camarote, agitada pela batida eletrônica nos intervalos dos desfiles das escolas, trouxe para o Anhembi um pouco do Egito, com direito a um Oásis que dá acesso à avenida onde são servidas frutas, sorvetes e água. Ao lado do palco principal, duas árvores artificiais simulam uma savana, com direito a pássaros de papéis e animais reproduzidos em cinco televisores.

Em um dos lounges do camarote, alcunhado de "Bar da Liberdade", é possível conferir um trabalho em grafite, assinado pelo artista Júnior Lopes, que reproduz o rosto do líder do movimento de oposição ao regime de apartheid na África do Sul, o advogado Nelson Mandela. "Para cada espaço, fizemos um trabalho de pesquisa bem aprofundado, em parceria com o Consulado de Angola em São Paulo", explica o diretor executivo da BBHouse, empresa organizadora do camarote, Cairê Aoás. "Exploramos algumas belezas africanas, como os artesanatos e os diamantes", acrescenta.

O destaque do camarote, na opinião de frequentadores entrevistados pela Agência Estado, são os mezaninos, convertidos em campos de futebol, em alusão à Copa do Mundo de 2010, a primeira edição do torneio realizada na África. Revestidos com tapetes verdes, os espaços têm em suas paredes imagens de torcidas de clubes africanos e desenhos de esquemas táticos. Para as funcionárias públicas Minie Petrela e Janaina Oliveira, o ambiente é um grande aperitivo para a Copa do Mundo. "O local é bem bonito. Ficamos bem impressionadas", afirmam. Por conta do cenário, jogadores como o lateral esquerdo Roberto Carlos, recém-contratado pelo Corinthians, e o meio-campista Richarlyson, do São Paulo, foram convidados para o evento.

O camarote Bar Brahma foi aberto ao público por voltas das 21 horas. São aguardadas para a noite desta sexta-feira cerca de 2 mil pessoas. Em um dos intervalos dos desfiles, está confirmado o show da cantora Sandra de Sá.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.