Carlos, de 8 anos, rege bateria na Mocidade com o pai

A bateria da Mocidade Alegre, terceira escola a desfilar no Grupo Especial no Anhembi esta noite, chamou atenção do público não só pela qualidade rítmica, mas também pelo tamanho de um de seus mestres. Diante dos ritmistas, Carlos Rezende, de 8 anos, regia a bateria da Mocidade com a seriedade de qualquer profissional com tanta responsabilidade, ainda mais no dia do desfile.

Agência Estado |

É verdade que Carlos, mestre mirim da bateria, não está sozinho na função. Junto dele está o mestre da bateria da escola, Marcos Rezende, seu pai.

Carlos é mestre de bateria mirim com o pai na Mocidade desde 2006. Ele toca surdo e caixa e cresceu no barracão da escola. Afinal, é filho do mestre da bateria com a presidente da Mocidade Alegre, Solange Rezende. Pouco antes do desfile, a família inteira estava concentrada em acertar detalhe por detalhe para entrar com tudo na avenida. Solange não escondia o otimismo.

"Difícil vai ser segurar o coração", afirmou, fazendo referência exatamente ao tema da escola este ano, o coração: "Da Chama da Razão ao Palco das Emoções... Sou Máquina, Sou Vida... Sou Coração Pulsando Forte na Avenida!!!". No aquecimento, ela desejou boa sorte a todos e disse: "Agora é a nossa hora! Este enredo foi feito para você, comunidade!", animando os integrantes da escola para entrar na avenida.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG