Capitania dos Portos procura embarcação que teria desaparecido em Santa Catarina

A Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros procuram uma embarcação que teria desaparecido, na noite de quinta-feira, próximo à Ilha de Itacolomi, na praia de Piçarras, no litoral norte de Santa Catarina. Porém, ao mesmo tempo em que busca o barco, a Capitânia dos Portos não descarta a hipótese de que o pedido de socorro tenha sido um trote.

iG São Paulo |

De acordo com o capitão dos Portos, comandante Marcelo Santiago Garcia, que conversou por telefone com o Portal iG, os bombeiros receberam uma ligação, por volta das 22h30 de quinta-feira, de um homem em pânico. Ele disse que estava na embarcação e estava naufragando. Quatro pessoas já estariam na água, segundo ele, diz.

A ligação foi interrompida no meio e os bombeiros acionaram a Marinha para auxiliar nas buscas, que tiveram início já na madrugada. Às 2h30, um navio de socorro chegou à região para fazer varredura.

Nesta manhã, a Capitania dos Portos enviou mais uma lancha e um helicóptero para participar das buscas. No entanto, segundo o capitão, ainda não há nenhuma informação concreta sobre o desaparecimento. Não sabemos o tipo da embarcação, nem o número certo de tripulantes, afirma.

Garcia diz ainda que, até o momento, as equipes não encontraram nenhum vestígio que possa indicar um naufrágio, como pedaços de barco ou óleo no mar. Por isso, conforme o capitão, em paralelo às buscas, a Marinha começou a trabalhar, nesta tarde, com a possibilidade de que tudo não passe de um trote. Consideramos a hipótese de trote hoje porque ninguém deu queixa em delegacia sobre a falta de parentes, diz.

Além dos bombeiros, que também enviaram homens ao local, embarcações de pescadores da região procuram o barco.

Leia mais sobre: naufrágio

    Leia tudo sobre: naufrágiosanta catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG