Capital de SP é protagonista de 3 mostras de cinema

O aniversário de 455 anos de São Paulo dará aos apaixonados pela capital a oportunidade de ver a cidade pela ótica de cineastas e documentaristas, em três mostras que reúnem curtas e longas-metragens que, de alguma forma, se relacionam com a metrópole. No Centro Cultural São Paulo (CCSP), na Cinemateca Brasileira e no Memorial da América Latina, São Paulo é cenário, tema ou protagonista de filmes clássicos e atuais, populares ou quase desconhecidos.

Agência Estado |

A Videoteca do Memorial da América Latina dedicou o mês aos 455 anos da capital paulista. De hoje até dia 31, é possível conferir, entre outros, "O Ano Em Que Meus Pais Saíram de Férias", de Cao Hambúrguer; "O Cheiro do Ralo", de Heitor Dhalia; e "Ensaio sobre a Cegueira", de Fernando Meirelles.

Na Cinemateca, são duas mostras. Em uma, filmes que têm São Paulo como cenário foram selecionados pelo fotógrafo Cristiano Mascaro. Em outra, obras restauradas fazem uma retrospectiva de curtas realizados por Benedito Junqueira Duarte, fotógrafo, documentarista e crítico cinematográfico que retratou a cidade em 25 filmes.

Na seleção de Mascaro, o espectador pode ver a cidade ontem - como "São Paulo S/A", de Luiz Sérgio Person, dos anos 60 - e hoje, caso de "Linha de Passe", de Walter Salles e Daniela Thomas. Já os curtas de B.J. Duarte serão exibidos antes de cada longa e depois reunidos em apresentação única, às 18 horas de amanhã.

No CCSP a programação é gratuita e inclui "O Homem que Virou Suco", de João Batista de Andrade; o recém-lançado "Bodas de Papel", de André Sturm; "A Casa de Alice", de Chico Teixeira, e "Urbânia", de Flávio Frederico. São oito filmes, entre longas e curtas. Mais informações podem ser obtidas nos sites do Memorial da América Latina , do CCSP e da Cinemateca Brasileira .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG