Capiberibe e Góes vão ao segundo turno em Macapá

Camilo Capiberibe (PSB) e Roberto Góes (PDT) vão disputar o segundo turno em Macapá. Capiberibe teve 33 % e Góes, 26 %.

Agência Estado |

Os dois já disseram que vão procurar imediatamente o ex-deputado Lucas Barreto (PTB) - que foi o terceiro colocado com 25% dos votos. Mas além de Barreto, eles vão procurar também os demais candidatos. "Com humildade, vou procurar todos", disse Góes. "Quero conversar com todos a partir de hoje", disse Capiberibe.

Capiberibe comemorou a vitória com a militância numa grande festa na frente da sede do partido. Em discurso emocionado, ele agradeceu a garra da militância e disse acreditar que será o próximo prefeito de Macapá porque sua votação é um sinal claro de que a comunidade macapaense quer mudanças. Capiberibe é oposição aos governos estadual e municipal.

Roberto Góes - que é o candidato apoiado pelo governo do Estado - preferiu não fazer festa. Tão logo a apuração foi concluída ele iniciou uma série de visitas a amigos, familiares e correligionários para agradecer pelo empenho no primeiro turno, ao mesmo tempo em que pedia o mesmo entusiasmo para a próxima etapa. A primeira visita que fez foi à casa da mãe, vereadora Maria Góes - que não conseguiu se reeleger.

Câmara

Entre os vereadores que conseguiram a reeleição em Macapá está Charly Jhony (PP) - que na noite de sábado foi preso pela Polícia Federal portando mais de R$ 4 mil reais em cédulas de pequeno valor que seriam usadas para a compra de votos. Charly só foi solto na tarde de hoje, faltando uma hora para o final da votação e depois de ter pago uma fiança no valor de R$ 10 mil.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG