Cantor Belo deixa presídio no Rio

RIO DE JANEIRO ¿ O cantor Marcelo Pires Vieira, o Belo, deixou na tarde desta quarta-feira o Instituto Penal Magarino Torres, no Centro do Rio. A liberdade condicional do artista, deferida na última sexta-feira, entrou em vigor hoje. A partir de agora, Belo não precisará mais retornar a cadeia à noite, como vinha fazendo.

Redação |

Antes de ir ao presídio para receber o documento da liberdade condicional, o cantor trabalhou normalmente em sua produtora em Jacarepaguá, zona Oeste do Rio. Durante a cerimônia de livramento, foram lidas as determinações judiciais que o artista deverá cumprir, como estar em casa sempre antes das 23h. Belo também terá que pedir autorização à Justiça, com dez dias de antecedência, para viajar para a realização de shows em outros estados.

Liberdade condicional

No último dia 8, a juíza Cristina de Araújo Góes Lajchter, da Vara de Execuções Penais (VEP) do Rio, concedeu a liberdade condicional ao cantor. O benefício havia sido suspenso no dia 31 de julho, pois Belo não tinha sido encontrado no seu local de trabalho após fiscalização realizada pelo Juízo.

A defesa do cantor esclareceu que, no dia fiscalizado, o apenado se encontrava em seu horário de almoço. A juíza baseou sua decisão no comportamento exemplar que Belo vinha apresentando durante o cumprimento da pena. A magistrada deferiu também a realização de um show do cantor neste fim-de-semana em São Cristóvão, zona Norte do Rio.

Prisão

Belo foi preso em 2002 depois de a polícia divulgar escutas telefônicas em que ele estaria negociando a compra de um fuzil com um traficante da Favela do Jacarezinho. Ele foi condenado a seis anos de prisão, mas em um recurso julgado na segunda instância do Tribunal de Justiça do Rio, a pena acabou aumentada para oito anos.

Leia mais sobre: Belo

    Leia tudo sobre: beloliberdade condicionalprisãorio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG