Candidatura de Itamar ao Senado é legítima, diz Aécio

O governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), disse nesta sexta-feira que não chegou a discutir com o ex-presidente Itamar Franco (PPS) sua candidatura a uma vaga no Senado. Não cheguei a falar sobre isso. Eu vi nos jornais essa manifestação, é legítima, afirmou Aécio, durante visita à cidade de Cláudio, no centro-oeste do Estado.

Agência Estado |


Na quinta-feira, Itamar, que vinha sendo cotado como possível vice numa chapa encabeçada pelo governador de São Paulo, José Serra (PSDB), disse que atendeu a um apelo da Executiva Estadual do PPS e aceitou se candidatar ao cargo legislativo.

Apesar dos apelos para que aceite compor uma chapa puro-sangue, o governador de Minas tem sustentado que será candidato ao Senado. O vice-presidente José Alencar, com o apoio do PT mineiro e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também já disse que está disposto a se candidatar a uma cadeira de senador, caso tenha o aval da equipe médica.

Aécio reiterou que o ex-presidente "tem toda a legitimidade para postular o cargo que achar mais adequado", mas fez uma ressalva: "O momento que nós estamos vivendo agora não é ainda dessas definições, o momento que nós estamos vivendo é o da construção de uma ampla aliança em torno do vice-governador Antônio Anastasia", afirmou, se referindo ao pré-candidato do PSDB à sucessão estadual.

Itamar promete apoio a Anastasia e sugeriu uma campanha conjunta com o governador tucano. Aécio disse que, "na hora certa", o ex-presidente "terá um papel de destaque nesse processo".

Leia mais sobre: Eleições 2010

    Leia tudo sobre: aécio neveseleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG