Campinas já tem o triplo de casos de dengue de 2009

A Secretaria de Saúde de Campinas registrou até ontem 772 casos de dengue no município. O último balanço, de 12 de abril, era de 641 casos, ou seja, em uma semana 131 casos foram registrados.

Agência Estado |

O número atual é quase três vezes maior do que o registrado em 2009, quando foram confirmados 286 casos, segundo informou o médico sanitarista André Ricardo Ribas Freitas, da Coordenadoria de Vigilância em Saúde do município.

"Estamos trabalhando em uma situação crítica, com números acima do esperado", afirmou Freitas. "Mas estamos com uma equipe grande e pedimos à população que fique atenta aos sintomas e colabore, fazendo sua parte para evitar a proliferação de criadouros (do mosquito Aedes aegypti)", disse.

A Secretaria de Saúde de Campinas investiga duas mortes por suspeita de dengue no município. Se confirmados, serão os primeiros casos de morte entre moradores de Campinas com sintomas de dengue em 2010. As mortes ocorreram no início do mês.

De acordo com informações do governo municipal, o último registro de óbito foi em abril de 2009. Em 2007, ocorreram duas mortes; em 2006, uma; e em 1999 também uma morte.

Vítimas em Ribeirão

Ribeirão Preto, também no interior de São Paulo, confirmou hoje a terceira morte em decorrência da dengue este ano na cidade. Segundo a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Maria Luiza Santa Maria, a vítima, uma mulher de 50 anos, morreu na Santa Casa de Ribeirão.

Os dois primeiros óbitos registrados em 2010 pela doença também foram de mulheres com 66 e 47 anos, respectivamente. Neste ano, a cidade já registrou 11.900 casos confirmados da doença.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG