Campanha em teatros pede doações ao Cultura Artística

SÃO PAULO ¿ Na manhã do dia 17 de agosto de 2008, o Cultura Artística, um dos maiores símbolos do teatro paulistano, foi atingido por um incêndio de grandes proporções. A sala principal, a Esther Mesquita, e toda sua aparelhagem de iluminação, plateia (1.156 lugares) e camarins foram destruídos. Desde aquele fatídico dia, a Sociedade de Cultura Artística, formada por mantenedores e administradores do teatro, tem trabalhado para a sua reconstrução.

Agência Estado |

AE/Arquivo

Fachada de Di Cavalcanti será preservada na restauração do teatro paulistano

A estimativa é que, para a completa recuperação do espaço, sejam necessários R$ 75 milhões. Até agora, um pouco mais de R$ 30 milhões foram arrecadados junto aos empresários, órgãos públicos e leis de incentivo.

Para o responsável por assuntos institucionais do Cultura Artística, Eric Klug, o ano de 2010 será fundamental para o ressurgimento do Cultura Artística. "Se a gente conseguir cumprir o cronograma, iremos reinaugurar a sala em 2011. Mas tudo terá de ser feito agora, 2010 é fundamental", diz.

O primeiro passo será a campanha que começa amanhã. Grandes artistas brasileiros gravarão locuções em áudio que serão executadas no início de peças teatrais espalhadas por São Paulo (em cerca de 40 teatros). Na gravação, os artistas convidarão o público a colaborar com a reconstrução do Teatro Cultura Artística por meio de doações. Antônio Fagundes, Denise Fraga, Juca de Oliveira, Jô Soares, Beatriz Segall, Karin Rodrigues e o médico Dráuzio Varela já gravaram suas participações.

"Nós queremos envolver o público que vai ao teatro, que era frequentador do Cultura Artística e que realmente se importa com essa questão. As pessoas também irão se sentir responsáveis por isso", diz Klug. Qualquer valor pode ser doado, mas quem contribuir com mais de R$ 500 pode entrar em um programa de redução de impostos através da Lei Rouanet.

O arquiteto responsável pela reconstrução do teatro é Paulo Bruna, considerado sucessor de Rino Levi (quem assinou o projeto original do Teatro Cultura Artística). O painel de Di Cavalcanti, na entrada do teatro, será mantido. A fachada original, que hoje tem 15 metros de altura, passará a ter 32,7 metros.

O prédio, no total, terá seu tamanho ampliado de 4.525 metros quadrados para 10.500 metros quadrados. Diferentemente do antigo teatro, que possuía duas salas (o pequeno auditório com 333 lugares e o grande auditório com 1.156 lugares), o novo terá apenas uma sala com 1.406 expectadores.

Leia mais sobre: Teatro Cultura Artística

    Leia tudo sobre: teatroteatro cultura artística

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG