Campanha de vacinação no RJ contra a gripe será prorrogada

RIO DE JANEIRO - A Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil (Sesdec) prorrogou por mais uma semana a campanha de vacinação contra a gripe para idosos, que deveria se encerrar na próxima sexta-feira. A decisão ¿ válida para todo o estado - foi tomada devido à baixa procura pela vacina por parte da população com 60 anos ou mais, estimada em mais de 1,67 milhão de pessoas.

Redação |

Até a manhã desta quarta-feira, pouco mais de 300 mil idosos tinham sido vacinados. No ano passado, só nos três primeiros dias da campanha, esse percentual havia chegado a 30%. Este ano, a Sesdec trabalha com a expectativa de atingir um índice de cobertura de 80% dos idosos, o que significa imunizar cerca de 1,4 milhão de pessoas. Entre os municípios com baixos índices de vacinação, estão Rio de Janeiro (pouco mais de 18%), Duque de Caxias (17%) e Nilópolis (30%).

Ao todo, foram instalados 1.300 postos de vacinação nos 92 municípios fluminenses. Segundo a Gerência de Doenças Imunopreviníveis e de Transmissão Respiratória da Sesdec, foram enviadas pelo Ministério da Saúde 1,7 milhão de doses de vacina contra o vírus Influenza para a campanha em todo estado.

A única contra-indicação é a alergia aos componentes da vacina, principalmente à proteína do ovo. Portadores de doenças neurológicas em atividade também não podem receber o imunizante. Para quem estiver com gripe, febre ou sintomas de dengue, o recomendado é esperar melhorar e se vacinar depois. Eventualmente, a vacina pode provocar dor e vermelhidão no local de aplicação, febre baixa, mal-estar e dor no corpo. No entanto, as reações, em geral, desaparecem espontaneamente entre 24 e 48 horas.

O imunizante deve ser tomado todos os anos. A escolha do outono para a aplicação é estratégica, pois a vacina precisa de duas semanas para induzir alguma proteção e de quatro a seis semanas para que a máxima proteção seja alcançada. Como o inverno é o período de maior circulação do vírus, tomando-se a vacina na estação anterior, garante-se máxima proteção contra o Influenza.

    Leia tudo sobre: rio de janeirovacinação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG