Campanha de Prevenção ao Câncer da Pele deve atender mais de 50 mil pessoas

Rio de Janeiro - A 11ª edição da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele será lançada amanhã (5) pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Agência Brasil |

Além dos tradicionais atendimentos oferecidos à população em postos distribuídos pelo país, a mobilização desde ano vai contar, pela primeira vez, com um caminhão volante que percorrerá cerca de 10 mil quilômetros do litoral brasileiro. Até 7 de fevereiro, serão visitadas as seguintes cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Florianópolis, Camboriú, Vitória, Vila Velha, Maceió, Aracaju, Recife, Natal, João Pessoa e Salvador.

O presidente da entidade, Omar Lupi, explicou hoje (4), em entrevista coletiva no Rio de Janeiro, que os voluntários envolvidos no projeto, incluindo dermatologistas e enfermeiros, vão realizar diagnósticos no período entre 9h e 15h, além de orientar e conscientizar a população sobre os riscos da exposição solar excessiva e a necessidade de usar proteção contra os raios ultravioletas. De acordo com ele, no próximo ano, o caminhão também percorrerá cidades do interior.

O Brasil é um país continental. Neste primeiro momento, a nossa ideia é visitar as cidades litorâneas onde já existe uma estrutura montada para que as pessoas vão à praia, mas a partir do ano que vem vamos ao interior, em cidades sem praia, para realizar uma campanha verdadeiramente nacional, afirmou Lupi.

Somente nos postos fixos ¿ hospitais públicos credenciados, postos de saúde e tendas montadas em pontos de grande circulação em 23 estados ¿, a Sociedade Brasileira de Dermatologia espera atender 53 mil pacientes, superando a marca de 43.800 consultas realizadas no ano passado. Se isso ocorrer, a entidade vai buscar a certificação da iniciativa pelo Guinness World Records como maior campanha médica do mundo realizada em um único dia.

Nosso objetivo é informar a população sobre os riscos da exposição solar e as maneiras de se prevenir, que incluem uso do protetor solar e de bonés e chapéus, esclareceu Lupi. As equipes de saúde também vão realizar avaliação médica e, em caso de suspeita de câncer da pele, os pacientes serão encaminhados para tratamento, também gratuito, em centros específicos ligados à entidade.

De acordo com a SBD, do total de pessoas examinadas na edição anterior da campanha, 65,4% afirmaram tomar sol sem qualquer proteção e 10,8% foram diagnosticadas com câncer de pele, que é o mais incidente na população brasileira, correspondendo a 25% de todos os tumores malignos registrados no país. O prognóstico desse tipo de câncer pode ser considerado bom, se detectado nos estádios iniciais. Pintas que coçam, não são simétricas, têm bordas irregulares, variação de cor, diâmetro maior que seis milímetros e são espessas devem ter acompanhamento médico imediato.

Para consultar os endereços dos postos de atendimento que funcionarão amanhã (5) das 8h às 16h, a SBD disponibilizou o seguinte telefone gratuito: 0800-701-3187.

    Leia tudo sobre: câncersaúdesaúde pública

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG