Caminhões também devem entrar em rodízio, diz Kassab

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, disse nesta terça-feira que, em 45 dias, o rodízio de veículos passará a valer também para todos os tipos de caminhões (inclusive os pequenos, chamados VUC).

Redação |

Outra medida prevê a proibição da carga e descarga para caminhões em São Paulo entre 5h e 21h dentro de uma área do centro. Serão excluidas trilhas tradicionais da circulação de mercadorias como as Marginais, a Avenida dos Bandeirantes, o Ceasa, a Zona Cerealista e a Avenida Marquês de São Vicente.

A proibição e outras medidas para diminuir os congestionamentos na cidade devem ser discutidas nesta terça-feira, em reunião entre Kassab e o secretário de Transportes, Alexandre de Moraes.

Kassab solicitou à Secretaria de Transportes uma simulação sobre o impacto das medidas no trânsito da cidade. A adoção das propostas não deve ser imediata, mas, segundo Moraes, já estão descartados pedágios e a construção de bolsões de estacionamento.

Kassab também pediu a Moraes a entrega, ainda hoje, de um relatório parcial sobre a queda de um trecho em obras do Expresso Tiradentes sobre o Viaduto Grande São Paulo, na Vila Prudente, zona sul de São Paulo. "Não quero me manifestar nem como engenheiro nem como prefeito antes de ser concluída uma sindicância", disse o prefeito.


Leia mais sobre: trânsito  

    Leia tudo sobre: transitotrânsito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG