Caminhões serão incluídos no rodízio de veículos em SP a partir do dia 28

SÃO PAULO - O secretário municipal de Transportes de São Paulo, Alexandre de Moraes, anunciou nesta quinta-feira a ampliação do rodízio municipal de veículos, que passa a proibir também a circulação de qualquer tipo de caminhão no centro expandido da capital paulista a partir do dia 28 de julho.

Carolina Garcia, do Último Segundo |


"Com essa medida, ao todo 126 mil caminhões que circulam nas marginais Tietê e Pinheiros e na avenida dos Bandeirantes serão retirados do tráfego", afirmou o secretário.

Segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), na Marginal Tietê circulam 37 mil caminhões por dia, em Pinheiros, 63 mil, e na avenida dos Bandeirantes, 26 mil.    

A medida é mais uma tentativa de reduzir os altos índices de congestionamento registrados em São Paulo. Desde segunda-feira, os condutores de veículos de grande porte podem ser punidos por trafegar em local e horário proibidos com multa de R$ 85,13 - e levam 4 pontos na carteira. Até a tarde desta quinta-feira, 3.651 motoristas foram multados.

Segundo Moraes, os caminhões com placas finais 1 e 2 ficam proibidos de circularem nas segundas-feiras; 3 e 4 na terça; 5 e 6 na quarta; 7 e 8 na quinta; e 9 e 0 na sexta. O rodízio municipal já existe para carros de passeio e proíbe a circulação das 7h às 10h e das 17h às 20h no centro expandido da capital.

A área de rodízio inclui as seguintes vias:

*Marginal Tietê, entre a Avenida Salim Farah Maluf e a Marginal Pinheiros;
*Marginal Pinheiros, da Marginal Tietê até Avenida dos Bandeirantes;
*Avenida dos Bandeirantes (toda a extensão);
*Avenida Afonso D'Escragnole Taunay (toda a extensão);
*Complexo Viário Maria Maluf (toda a extensão);
*Avenida Presidente Trancredo Neves, (toda a extensão);
*Rua das Juntas Provisórias (toda extensão);
*Viaduto Grande São Paulo (toda extensão)
*Avenida Professor Luis Ignácio de Anhaia Melo, entre o Viaduto Grande São Paulo e a Avenida Salim Farah Maluf;
*Avenida Salim Farah Maluf (toda extensão)

Leia mais sobre: caminhões

    Leia tudo sobre: caminhão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG