Câmera flagra professoras agredindo crianças em creche

Câmeras instaladas numa creche de São José do Rio Preto, a 440 quilômetros de São Paulo, flagraram três professoras da rede municipal agredindo física e psicologicamente pelos menos 14 crianças de um ano e meio a três anos de idade da creche Caminho do Futuro, na zona Norte da cidade. As imagens foram entregues à polícia, que abriu inquérito e ouve, amanhã, quatro professoras e estagiárias testemunhas das agressões.

Agência Estado |

"São cenas em que as professoras aparecem dando puxões, sacudindo e empurrando as crianças. Além disso, mostram as professoras incentivando as crianças a revidarem tapas desferidas por coleguinhas. Não resta dúvidas de que houve agressões físicas e psicológicas", contou a delegada Dálice Ceron.

As câmeras foram instaladas em novembro, depois que funcionárias da creche denunciaram as agressões à direção da escola. As imagens confirmaram as denúncias e as professoras foram demitidas por justa causa em dezembro. A delegada diz que espera o resultado do laudo pericial confirmando a veracidade das imagens para ouvir as professoras acusadas; duas delas trabalharam na creche por nove anos.

Pais de crianças ficaram revoltados com as denúncias, mas nenhum deles teve acesso às imagens. A direção da escola se reuniu com eles para explicar as denúncias e informar quais medidas foram adotadas. Apesar da revoltada, a delegada Dálice Ceron disse que as agressões mostradas nas imagens das câmeras não foram tão fortes a ponto de causar hematomas, como alguns pais haviam denunciado.

O caso, segundo a delegada, será enviado ao Ministério Público e à Vara da Infância da Juventude que poderão sugerir quais os tipos de crimes cometidos. Por enquanto, segundo a delegada, estão certos os crimes de maus-tratos e constrangimento dos menores, cujas penas podem chegar a dois anos de prisão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG