Câmbio e redução de despesas ajudam lucro da TAM

SÃO PAULO (Reuters) - A maior companhia aérea do país, TAM, reverteu prejuízo de 1,23 bilhão de reais sofrido no final de 2008 e encerrou o quarto trimestre com lucro líquido de 144 milhões de reais, apoiada em ganhos cambiais e diminuição de despesas operacionais. A empresa, que espera um crescimento da demanda de passageiros no mercado doméstico em 2010 de 14 a 18 por cento, teve um lucro anual de 1,342 bilhão de reais, contra prejuízo de 1,51 bilhão de reais.

Reuters |

O resultado do trimestre passado ficou acima do esperado por quatro analistas consultados pela Reuters, que em média previam lucro líquido da TAM em 91,2 milhões de reais nos últimos três meses de 2009.

Em meados deste mês, a rival Gol divulgou lucro líquido de 397,8 milhões de reais para o quarto trimestre, ajudada por créditos fiscais relacionados à aquisição da Varig.

O lucro da TAM no final do ano passado veio apesar de uma queda de 12,7 por cento na receita doméstica, para 1,43 bilhão de reais, por conta de uma redução de 25,3 por cento no indicador yield, que representa o valor médio pago por um passageiro para voar um quilômetro no período.

No total, a receita líquida caiu 13 por cento no quarto trimestre, na comparação anual, para 2,5 bilhões de reais, encerrando 2009 em 9,9 bilhões de reais, recuo de 6,5 por cento sobre 2008.

A queda no yield se deu em meio a um forte ambiente competitivo nos últimos três meses de 2009 em que as companhias aéreas promoveram grandes reduções nos preços de passagens aéreas.

A empresa teve lucro antes de juros, impostos, amortização, depreciação e leasing de aviões (Ebitdar, na sigla em inglês) de 364,3 milhões de reais de outubro a dezembro, contra 530,1 milhões de reais um ano antes. A margem recuou de 18,1 para 14,3 por cento.

Mas as despesas operacionais recuaram 8 por cento, para 2,4 bilhões de reais, em função principalmente de queda no gasto com combustível, de 26,8 por cento, e com pessoal. Esta última linha caiu 8,1 por cento, apoiada em corte de 0,4 por cento no número de funcionários da empresa, para 24.282.

Já a queda no custo de combustível ocorreu por redução de 32,3 por cento no preço médio em reais do litro de combustível e por aumento de etapa média nas rotas.

Com o real se valorizando em 23,7 por cento contra o dólar na média do trimestre passado, o resultado financeiro líquido da TAM apurado foi de receita líquida de 93,4 milhões de reais, ante despesa de 2,1 bilhões de reais no mesmo período de 2008.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG