Apesar das dificuldades alegadas pela Mesa Diretora para divulgar as notas fiscais usadas pelos deputados, a Câmara já possui um sistema de acompanhamento detalhado das despesas feitas pelos parlamentares com a verba indenizatória.

Relatórios mostram beneficiário, data e valor

Clique para ampliar a imagem e ver os detalhes

Uma planilha de gastos feita mensalmente por todos os gabinetes contraria a versão dada ontem (11) pelo primeiro-secretário da Casa, Rafael Guerra (PSDB-MG), de que seria difícil divulgar o nome das empresas beneficiárias da verba por causa do volume de notas apresentadas todos os meses, cerca de 17 mil.

Leia tudo no Congresso em Foco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.