Câmara retoma discussão sobre o voto aberto

BRASÍLIA - Engavetada há quase dois anos, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que institui o voto aberto para a cassação do mandato de deputados e senadores volta a ser discutida pelos parlamentares. Com o andamento do processo por quebra de decoro parlamentar contra Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), no Conselho de Ética da Câmara, lideranças partidárias começam a articular a retomada do assunto.

Congresso em Foco |

A PEC 349/2001, que há sete anos tramita na Câmara e extingue o voto secreto no Legislativo, pode ser incluída como prioridade na pauta do plenário na próxima semana, a última dedicada a votações antes do início do recesso parlamentar. Mas, em meio ao risco de haver baixo quórum nos próximos dias e diante da necessidade de se ter o voto de pelo menos 308 deputados para se alterar a Constituição, a previsão é de que a proposta seja analisada em agosto ou setembro, período em que será feita uma força-tarefa para votar importantes matérias antes das eleições.

Leia tudo no Congresso em Foco

    Leia tudo sobre: congresso em foco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG