Câmara remarca audiência pública com Minc para dia 24

Parlamentares da Comissão de Agricultura da Câmara aprovaram hoje a proposta do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, de adiar para quarta-feira da semana que vem a audiência pública em que prestará esclarecimentos a respeito da manifestação contra produtores rurais no final de maio, quando chegou a chamá-los de vigaristas. Inicialmente, a audiência estava prevista para hoje, mas Minc já havia marcado uma viagem para o Ceará.

Agência Estado |

"Conversei com alguns deputados a respeito da proposta do ministro e decidimos flexibilizar", explicou o presidente da Comissão, o deputado Fábio Souto (DEM-BA).

Como Minc já havia informado aos integrantes da comissão da impossibilidade de estar presente, alguns parlamentares chegaram a cogitar que, na hora em que estava prevista a audiência com o ministro, se decidisse pela solicitação ao presidente da Câmara, Michel Temer, de uma abertura de processo contra Minc por crime de responsabilidade. "Vamos aceitar (a proposta de uma nova data para a audiência pública) e não vamos radicalizar, pois queremos ouvi-lo sobre o tema", explicou o deputado Waldemir Moka (PMDB/MS). Minc será ouvido na próxima quarta-feira a partir das 10 horas.

Na última segunda-feira, o deputado Luís Carlos Heinze (PP-RS), autor da convocação do ministro para a audiência, havia manifestado preocupação em relação à nova data sugerida por Minc, já que há a possibilidade de ausência dos parlamentares do Nordeste, que devem estar envolvidos com as festas juninas de seus respectivos Estados. A preocupação foi descartada hoje, entretanto, por Moka. "Não temos esse tipo de problema. Temos certeza que no dia 24 os componentes estarão presentes. Tanto que votaram a favor da nova data", argumentou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG