O plenário da Câmara rejeitou a primeira tentativa de mudança no texto básico da proposta de emenda constitucional (PEC) que muda a edição e a tramitação de medidas provisórias (MPs). Os parlamentares retomaram a votação da proposta depois de aprovado, ontem, o texto básico.

Os deputados votarão 12 partes do projeto, que servem como uma nova tentativa de alterar a proposta pontualmente.

Nessa primeira votação, o PP tentou alterar o texto para que as MPs fossem votadas apenas em sessões extraordinárias convocadas especialmente para isso. A proposta foi rejeitada por 286 votos contrários e 26 a favor. Como se trata de uma PEC, todas as votações são nominais, com um mínimo de 308 votos para garantir a mudança ou a manutenção do texto, dependendo do interesse do partido que propõe a votação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.