Câmara quer liberar mais cargos para deputados

Os líderes dos partidos e as Mesa Diretora da Câmara têm na pauta dois projetos de resolução relacionadas a abusos cometidos por parlamentares no exercício do mandato. Um foi encaminhado na sexta-feira ao plenário e muda as regras sobre o uso de passagens aéreas. O outro, assinado no dia 7 deste mês pelo presidente da Câmara, Michel Temer, libera cargos para os gabinetes dos deputados.

Congresso em Foco |

Trata-se do projeto de resolução n°172/2009, proposto pela Mesa Diretora. Caso seja aprovado, os gabinetes dos deputados recuperam a prerrogativa de contratar assessores para Cargos de Natureza Especial (CNEs).

Na prática, a restrição, imposta há dois anos para tentar acabar com casos de nepotismo e de funcionários fantasmas, será extinta. Os CNEs são cargos de livre nomeação sem necessidade de concurso ou de comprovação de competência técnica dos líderes, dos presidentes das comissões e das principais diretorias da Casa. Os salários variam de R$ 1.500 a R$ 8.220.

Leia reportagem completa no Congresso em Foco

Leia também:

  • Lula lamenta escândalo sobre passagens aéreas no Congresso
  • Congresso em Foco: Leia tudo sobre a 'farra das passagens aéreas'
  • Videomensagem: Mande o seu recado para o Congresso
  • Balaio do Kotscho: Será que vão colocar ordem nesta suruba?
  • Votação sobre cota de passagens aéreas na Câmara será aberta
    • Leia tudo sobre: congresso em foco

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG