Câmara de Araçatuba-SP triplica número de assessores

Ainda em recesso parlamentar, a Câmara Municipal de Araçatuba (SP) aprovou em sessão extraordinária, na noite de ontem, projeto aumentando de dois para seis o número de assessores parlamentares para cada um dos 12 vereadores do município, de 180 mil habitantes e 103 mil eleitores. O custo dos 72 assessores será de R$ 2 milhões por ano, no mínimo.

Agência Estado |

A aprovação, por unanimidade, fez parte das negociações para eleger a nova Mesa Diretora da Casa. A medida revoltou os eleitores da cidade, que depois de reelegerem apenas três vereadores na última eleição, esperavam uma nova postura do Legislativo no tratamento com o dinheiro público. A principal reclamação do eleitorado é com a aplicação dos recursos, que poderiam ser usados para pavimentar as ruas da cidade que estão esburacadas em praticamente todas as regiões da cidade.

Os salários dos assessores - cujos cargos são comissionados e nomeados pelos vereadores - chegam a R$ 3,5 mil por mês, mas podem ser maiores. Ainda hoje, os vereadores planejam discutir a possibilidade de um reajuste de 20% para o assessor que comparecer às sessões noturnas, realizadas uma vez por semana.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG